01_Maquete-Habitacao-em-Chelas.jpg
02_Maquete-Habitacao-em-Chelas.jpg
03_Maquete-Habitacao-em-Chelas.jpg
04_Maquete-Habitacao-em-Chelas.jpg
05_Desenho-Habitacao-em-Chelas.jpg
06_Desenho-Habitacao-em-Chelas.jpg

Habitação em Chelas / CHELAS MASTERPLAN

“Em 1974 1 milhão de retornados (10% da população portuguesa) são obrigados a regressar ao país pelo que o arquitecto Nuno Portas, o então secretário de estado das obras públicas, visto confrontado com a já comprometida condição habitacional dos grandes núcleos urbanos promove um conjunto de leis a partir das quais começaram as experiencias saal."
“No inicio dos anos 70 a Câmara Municipal de Lisboa atribuiu a planificação do vale de Chelas a um grupo de sete conhecidos arquitectos que já haviam realizado o plano dos Olivais.“

“A zona confronta-se neste momento com a excessiva presença de um sistema viário desmedido concentrado sobre o cruzamento da radial e da circular.”
“A vida do cidadão pode ser fortemente prejudicada devido a uma falta de coerência no estudo da localização e/ou quantidade de vias automóveis. Impõe-se então com urgência um projecto de conciliação que valorize as excepcionais condições naturais da zona com crescente vocação de centralidade.”

Procurou-se um desenho com clareza e ordem, com origem numa praça central e desenvolvido através de dois braços, um a norte e outro a sul, onde surgem os diferentes "blocos" com implantações orientadas de modo a tirar partido de certas vistas que se consideraram interessantes. Esta diversidade também faz com que este plano ganhe um carácter mais humano uma vez que em todos os recantos se encontra algo de novo.

Tem-se como resultado final uma tentativa de trazer um espaço qualificado para a cidade, que confira qualidades aos seus habitantes e que de certa forma torne a vida do cidadão um pouco melhor.


“In 1974, right after the revolution, one million emigrants (10% of the Portuguese population) were forced to return to Portugal, so Nuno Portas, the architect and Secretary of State for Public Works, confronted with an already compromised condition of the housing in the large urban centers, promotes a set of laws from which began the SAAL experiences.“

“The citizen’s life can be severely hampered due to a lack of consistency in the study of the location and/or amount of roads. A plan must be urgently developed in order to promote ??the exceptional natural conditions of the area with increasing centrality characteristics. “

There was a number of issues in the area that needed to be solved. The idea was to offer this neighborhood a project with many benefits not only to its own inhabitants but also for residents in the proximities. There are some aspects that need to be emphasized in this project such as: the placement of the housing blocks - a strong dialogue between their heights and a certain irregularity in its disposition; the assumption of two towers (hotel and office) as gateways of the proposal to assume greater importance; establish physical contact between the large shopping gallery with Street Dr. Augusto de Castro;